Google+ Followers

domingo, 8 de agosto de 2010

As mães de Roberto Carlos


<

Maria J Fortuna

- Este rapaz foi meu filho em outra encarnação! Dizia minha mãe, na década de 80, encantada, enquanto assistia a um especial de Roberto Carlos. A afirmação estranha de quem foi católica a vida inteira! Daí, desde aquela época, tenho me interessado em desvendar o mistério de tantas senhoras almejarem a maternidade de Roberto. O que nele motiva e sensibiliza as senhoras da terceira idade a serem suas mães? Apesar de o tempo ter se passado e ele também ter se tornado uma pessoa da terceira idade, o apelo à maternidade continua... Lady Laura tem, portanto, um monte de concorrentes, até hoje. Mas por que Hebe Camargo não embarcou nessa onda e encarou seus sentimentos? Apesar dos seus 81 anos, declara-se apaixonada por ele, como mulher. Na realidade, o importante para todas, é ter como que uma intimidade com essa criatura comovente, que todos os anos revive com as mesmas músicas e letras, as mensagens escritas na alma feminina.
Várias das que conheço ficam embevecidas com a figura do cantor, que perdeu a perna em menino, vestido de azul e branco- as cores da Virgem Maria e que inclina o microfone para um lado e para o outro, com sua voz meio fanhosa, mas uma delícia! E aqueles olhinhos miúdos e doces, que causam tantos suspiros! O certo é que ele promove a mulher quarentona em suas múltiplas facetas: grávida, morena e amada amante. Aquela que queremos tanto ser... Qual cantor agrada tanto à mulher assim?
Sua história de amor por Maria Rita é outro toque romântico que embebeda os corações de amor por esse homem que tem coragem de se declarar arrasado com a perda da companheira. Não é verdade que a gente se sente tentada a dar colo para um homem assim? Com certeza. Sem sombra de dúvidas ele é almejado como filho, irmão e amante das que sonham com um par perfeito! Toda mulher gosta de ter o amado nos braços feito criança de vez em quando. “Principalmente quando este menino bom canta “Jesus Cristo eu, estou aqui”“...” e Nossa Senhora, me dê à mão, cuida do meu coração...”
E para os outros que se julgam marginais ou em pecado ele canta: “Este amor sem preconceitos, sem saber o que é direito, tem as suas próprias leis...” tornando o amor incondicional e aureolado por uma luz própria, concebida por ele mesmo. Só mãe ama assim... Acho que com isso não há mais que duvidar da almejada maternidade de suas fãs idosas, de várias épocas, desse amabilíssimo cantor! Afinal ele está fora do tempo e do espaço, visto que suas mães, amantes e amigas, estão espalhadas por aí, em todos os cantos do Brasil e, quiçá, fora dele.



Um comentário:

MJFortuna disse...

Enviado por email da Maria do Céu


Querida Mariinha.
Encantou-me sua crônica sobre o Roberto Carlos. Como sempre, você tocou a corda sensível de cada um de nós e, com simplicidade e maestria, disse tudo.

De alguma maneira, tratando desta relação dos mortais com o ídolo, no caso nosso cantante Rei, me veio à lembrança a Profa. Maria José de Queiroz, escritora como você e catedrática ( no tempo em que se dizia assim) na UFMG, de literatura hispano americana e portuguesa, bem como professora convidada da sSorbonne...

Erntre outras de suas frases geniais, : " como as crianças, os adultos também precisam de contos de fadas".

Disse isso quando, à sua volta , discutiam o sucesso e IBOPE das telenovelas, também entre as classe populares, cuja realidade sofridíssima é diametralmente oposta aquela das vivências apresentadas pela dramaturgia da Dona Globo.(por exemplo).

É isso mesmo, amiga querida, tão longe, tão perto.

À falta deste namorado, noivo, marido, amante - ou ainda tendo um, mas imperfeito pela contingência da humana condição , as mulheres se deixam levar pela imaginação, pelo que poderia ter sido e não foi, ou quem sabe pode ser um dia...
Afinal, sonhar com o PRÍNCIPE ENCANTADO é simples, não custa nada mas pode levar à ante-sala do paraíso. Você viu isso e colocou no papel!

Obrigada por me afagar com seus escritos.
Beijos, DoCéu.

Quem sou eu

Minha foto
Sou alguem preocupado em crescer.

Arquivo do blog

Páginas

Postagens populares